28º dia – De Valparaíso, Chile a Mendoza, Argentina pelos Andes

Era para ser uma viagem rápida de 400 km aproximadamente.

Saímos ao meio-dia de Valparaíso no Chile em direção a Mendoza na Argentina. Passamos pelos Andes. Que estrada! Um visual alucinante dos Andes. Só subida. Saímos do nível do mar para mais de 3200 metros de altura. A temperatura caiu de 35ºC para 10ºC.

Passamos pelas famosas curvas conhecida como Caracoles. Se um caminhão perde os freios já era. Não há nenhum guard-rail. O que se sobe nestas curvas é absurdo. Você sai de 1500 metros e de repente você já está a 3000 metros!

A aduana do Chile foi tranquila para sair perto de Portillo. O problema foi na Argentina. Lá há uma aduana que demorou umas 3 horas. É uma aduana diferente pois tem os 2 países integrados na mesma aduana, ou seja, o mesmo lugar para “check-out” do Chile e “check-in” da Argentina. Foi a nossa 5ª entrada na Argentina. Estamos agora com poucas páginas disponíveis em nossos passaportes. Aproveitamos a demora na aduana para assistir ao filme Shutter que havia gravado no notebook. Foi ótimo para passar o tempo.

No total demoramos 10 horas para chegar a Mendoza. Ficamos no pior hostel até agora, o 5ª Hostel. Apelidamos de 5ª categoria Hostel. Para se ter uma idéia o beliche do Roberts quebrou. Encontramos alguns filhotes de barata nos lençóis. E por aí vai.

Cansados, jantamos e apagamos.