25º dia – Reveillon em Pucón, Chile

Passar o último dia do ano escalando um vulcão já foi algo inédito em nossas vidas. Dormimos um pouco para tentar aproveitar o Reveillon de Pucón.

A Francheska, do Hostel, organizou uma mini ceia com churrasco preparado por um francês, Alexis, que mora no Chile.

Na mesa havia gente de 6 países: Brasil, Chile, França, Russia, Israel e Austrália.

Depois do jantar pegamos nossas garrafas de Champagne (um espumante na realidade) e fomos para a “praia” de Pucón. Lá houve a contagem regressiva, nos abraçamos e rimos. Toda a cidade estava lá. Não havia espaço para mais ninguém. A população se amontoava até nos telhados das casas, invadiram os hotéis da orla em busca da melhor visão dos fogos.

Nós 4 voltamos para o Hostel e capotamos. A subida ao vulcão havia exaurido nossas forças. Os demais hóspedes ainda foram para as diversas baladas que havia na cidade. A mais famosa chamada de Morena e haviam outras como a Fire. Mas dispensamos, ainda tínhamos que viajar a Santiago no dia seguinte, 700km dali.

Anúncios