22º dia – De Bariloche, Argentina a Pucon, Chile

Bariloche no verão é a baixa temporada. O charme da cidade está no inverno, um dos destinos mais procurados pelos brasileiros durante o inverno. Mas mesmo assim a cidade estava cheia. Haviam dezenas de excursões de colegiais da Argentina e do Chile.

Bariloche tem um clima de Campos do Jordão, com cafés, casas de chocolate, lojas de couros e acessórios para inverno. O nome real de Bariloche é San Carlos de Bariloche. A cidade fica cercada pelos Andes e o lago Nahuel Huapi dá um brilho a cidade. A água é clarissima. Só a praia deixa a desejar. Ela é toda de rípio também, uma pena.

Tomamos um chocolate com medialunas no famoso Chocolates del Turista, uma loja enorme de doces, chocolate e café que fica na Calle Mitre, a mais agitada de lá. Aproveitei para dar um oi ao Juan, um amigo que conheci no último reveillon em Ilha Grande. Ele tem uma loja de couros bacana na Mitre. O site dele é www.nativocuero.com.

Descobrimos que Pucon fica a 355km de Bariloche. Acabamos desistindo de Puerto Montt porque teríamos que voltar algumas centenas de km e nosso calendário está ficando apertado.

A estrada de Bariloche a Pucon pela Ruta 40 é lindíssima. Vamos margeando vários rios e corredeiras. O sol estava forte e o céu bem claro. Ideal!

Mais uma aduana e estamos novamente no Chile. A partir de agora esperamos pegar estradas melhores, e menos estradas de rípio já que estamos saindo da região da Patagônia.

Chegamos a Pucón, e de longe já se avista o Vulcão Villarica com o cume cheio de neve. É bem alto com seus 2847 metros de altitude.

Ficamos no Hostel Etnico. Pequeno mas muito confortável. Fomos bem atendidos pela Francheska, muito simpática e arriscando algumas palavras em português.

A noite fui com o Ale K para um pub experimentar o famoso Pisco Sour, bebida típica chilena que vai Pisco e clara de ovo. Ficamos num pub por algum tempo e depois fomos ao famoso Pub Mamas & Tapas, o mais badalado de Pucón. Lá conhecemos uns chilenos e chilenas de Villarica, cidade vizinha. Segundo eles, preferem a noite de Pucón porque é mais agitada e tem sempre gente nova. É um pub bem grande com DJ, boa bebida e gente bonita.

A cidade é bem atraente. Aqui já está fazendo calor, 21ºC. Estamos o tempo todo de bermudas. (estou escrevendo no presente pq é a primeira vez que escrevo no mesmo dia do post – santa conexão boa do hostel). Já estávamos cansados do frio. Aqui tem vários restaurantes, lojas de souvenirs, pubs, pessoas de bicicleta. Pucon não é só famosa pelo Vulcão Villarica, mas também pelas suas dezenas de termas de águas que variam de 28º a 46ºC.

Marcamos nossa subida para o Vulcão no dia 31/12. Depois conto aqui como foi.  Serão 5 horas de subida e umas 2 horas para descer. Precinho para isso? Uns R$ 150 com aluguel de roupas especiais, botas, mochilas, ganchos, etc.

Anúncios

11 Respostas

  1. Amei acompanhar a trip de vocês…está demais mesmo! Eu estou indo amanhã e fico até 25/01.. viajo pelo uruguai, argentina e Chile, mas a Patagonia é o destino mais almejado…
    Boa viagem pra vocês… quem sabe não nos encontremos pelo caminho.
    Beijos,
    Raquel Del Valle

  2. Oi pessoal!!
    Preciso muito da ajuda de vcs.
    Estou indo para Santiago dia 16/01/2009 e me interessei por Pucon.
    Só que ainda nao sei onde ficar, como que tá a temperatura aí. E como fazer para chegar a Pucon partindo de Santiago…
    Poderiam me ajudar??
    Obrigado!

  3. Oi Junior,
    Pucon vale a pena passar. A temperatura é boa, e como comentei no post, dá para ficar de bermuda o dia inteiro. Só a noite dá uma esfriada, mas é só colocar uma calça e já está tranquilo.

    Para chegar a Pucon preciso checar o número da estrada, mas é bem fácil. Dá uns 800km. Vc pode ir de ônibus também, que dá umas 11 horas de viagem.

    abs e boa viagem
    Alex

  4. Ola Junior.

    Se pegar esse comentario a tempo, creio que seja muito facil chegar em pucom partindo de santiago. Deve haver onibus com bastante frequencia. No periodo que agente foi, e provavelmente agora em janeiro deve fazer calor, leve berma pra entra na agua da “praia” deles, que é um lago glacial, e tambem para as termas. Leve um jaco para a noite, que pode ser que faça frio.

    Suerte!

  5. Olá, Alex
    Em abril vou conhecer Santiago e de lá quero pegar um vôo até Puerto Montt para conhecer a região sul do Chile. Lá chegando quero alugar um carro para conhecer Puerto Varas, Fritillar, Valdívia e Púcon. Quero conhecer também Bariloche. Tenho procurado informações sobre a estrada que vai de Puerto Varas a Bariloche, mas não encontro ninguém que me dê referências. Achei uma informação de que seriam 360 kms – sendo que 50 são de terra. Você conhece ou tem notícias de alguém que tenha atravessado de carro de Puerto Varas a Bariloche? Essa estrada que vocês viajaram de Bariloche a Pucón, está em bom estado? É que vamos só eu e uma uma amiga e estamos querendo saber se é uma estrada segura e se tem postos de gasolina ao longo do caminho. O Hostel que vocês ficaram em Pucón, tinha café da manhã? Aguardo seu retorno, muito obrigada!
    Eliana

  6. Oi Eliana

    Aqui é o alekrd.
    Bom, Puerto Varas é perto do Ushuaia, então, o trecho q voce vai pegar é quase o mesmo! De puerto montt até lá é uma caminhadona, é mais do que os 360km que voce esta falando. Para descer pelo lado do oceano pacifico, voce provavelmente vai ter que pegar a carretera austral (chile) ou a ruta 40 (argentina). A ruta 40 é de ripio desde o mais ou menos el calafate até a cidade de perito moreno, e a carretera austral é de ripio a sul de coyahique, alias, muito ruim, e depois para cima, melhora, mas continua de terra e um pouco de trechos pavimentados até chaiten.

    Por partes:

    Bom, nos passamos perto de puerto varas e subimos até barilhoche pela carretera austral e ruta 40. Entramos na carretera austral da ruta 40 em bajo caracoles e subimos toda ela até puhuyaipi, ai cruzamos para argentina e fomos a bariloche.

    Deve ser bem mais diferente no inverno, pois deve haver nevascas e muita neve!!!

    Bariloche – Pucon: estrada tranquila, tem um trecho de ripio, mas é bem transitavel.

    Postos de gasolina: Abasteciamos sempre que chegava no meio tanque. Passamos apuro entre o ushuaia e puerto natales, e tivemos que usar nosso tanque extra de 20 litros. Se for entrar no chile pelo sul, por cidades pequenas, levem dinheiro ja trocado, pois nao aceitam dolares nem reais.

    O albergue de pucon nao tinha desayuno, mas era super tranquilo.

    Se quiser trocar mais ideias, mande um mail direto!! alekrd@gmail.com

    bjo e boa sorte

  7. Ei Alekrd:
    Vc sabe qual a distância e mais ou menos qto tempo de Bariloche para Pucón/Villarrica? Pretendo fazer o trecho de carro e no inverno

  8. Oi Thais

    cara, ja vai fazer algum tempo e nao me lembro exatamente… o que ajudou muito, mas muito mesmo agente pra programar essas rotas, distancias e tal foi o gps da garmim. Ele tem programas gratuitos chamados nroute e mapsource onde da pra fazer rotas, e ai achei uns mapas que estao no link dicas e voila, rotas!! a melhor coisa ainda era que agente levou um notebook, e quando voce conecta esse gps no notebook ele lê a posição, entao dava pra acompanhar o percurso, rotas pelo note, muito bom!! esses programas sao de graça no site da garmim, e os mapas de gps tambem, tudo nos links.

    Cara, eu nunca estive por la no inverno, mas voce deve considerar a dificuldade de andar de carro na neve… deve atrasar bastante a viajem, mas deve ser muito style.

    bjo

  9. Amigos,

    eu e minha esposa vamos fazer a travessia Bariloche-Pucón, assim como vocês a fizeram de carro.

    Como estaremos sem carro lá, vocês tem alguma indicação para a gente de agências de viagens ou mesmo empresas de ônibus que façam essa travessia Bariloche-Pucón. Pode ser excursão tb, se não for muito caro.

    Obrigado!

  10. Ola

    Creio que deva haver onibus para essa travessia. Não sei indicar agencias e tal, mas chegando lá acho q deve ser tranquilo fazer a travessia.

    []s

  11. Cuidado!!!

    Fiz junto com mais 2 famílias uma viagem a patagonia com passagem por Pucon para ver o famoso vulcão.
    Chegamos a noite fomos procurar um hotel e enquanto faziamos a ficha de entradado mesmo fomos assaltados sendo que levaram a bolsa de minha amiga de dentro do carro!
    Cuidado a cidade não é tranquila como parece.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: